MESTRE: MR JACOBS DEIXA A VUITTON E REQUISITA MUSAS PARA SUA ÚLTIMA CAMPANHA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de comandar a grife mais importante e valiosa do mundo, Marc Jacobs não poderia simplesmente sair. O ex-diretor criativo da Louis Vuitton encerrou seu cliclo em grande estilo, pois, escolheu mulheres poderosas, suas musas, para estrelarem a última campanha dele para a marca. Nomes como de Catherine Deneuve, Sofia Coppola, Gisele Bündchen, Fan Bingbing, Caroline de Maigret e Edie Campbell estampam os anúncios. As meninas foram clicadas pelo mestre Steven Meisel e cada uma delas carrega um produto ícone da Louis Vuitton.

A dança das cadeiras

Marc Jacobs no final de seu último desfile para a Vuitton, Primavera/ Verão 2014
Marc Jacobs no final de seu último desfile para a Vuitton, Primavera/ Verão 2014

Mr. Jacobs liderou a transformação da Vuitton em uma marca de luxo mundial, que gera mais de 7 bilhões de euros (9,46 bilhões de dólares) em renda por ano, contribuindo com metade dos lucros da LVMH.

Em outubro deste ano foi anunciado que Marc Jacobs deixou o cargo de diretor criativo da Louis Vuitton. Depois de sua saída ser muito especulada com o desligamento de John Galliano da Dior, em 2011 – esperava-se que o designer assumisse o posto que agora é de Raf Simons –, Marc decidiu deixar a direção criativa da maison, cargo que ocupa desde 1997, para se concentrar na marca própria, que se prepara para um IPO nos próximos três anos. O posto vago foi ocupado por Nicolas Ghesquière, ex-Balenciaga.

Segundo o WWD, a mudança foi confirmada pelo próprio Bernard Arnault, CEO do grupo LVMH (que detém a LV e a Marc Jacobs). O empresário deixou claro que Marc e seu antigo parceiro de negócios Robert Duffy deixam a Louis Vuitton, mas não a parceria com a LVMH: a saída do estilista é parte essencial de uma estratégia de desenvolvimento de longo prazo para a Marc Jacobs International. “A grife [Marc Jacobs] tem um potencial enorme em todo o mundo. Para materializar isto, decidimos em conjunto fazer um IPO. Isso requer um grande investimento e gestão de nossa parte, além de um enorme investimento pessoal vindo de Marc e Robert para realmente dar a entrada [na operação de oferta pública das ações de sua própria grife], tanto de forma criativa como com a comunicação inteligente da marca em todo o mundo”, explicou.

Sua última coleção mostrada, no início de outubro, teve tom de despedida: todos os looks eram pretos (como no seu primeiro desfile para a LV) e o cenário continha alguns símbolos usados em shows anteriores, como o carrossel, as escadas rolantes, a fonte e um relógio enorme. O estilista dedicou sua última coleção às mulheres que o inspiram (Kate Moss, Kate Grand, Emanuelle Alt, Anna Wintour, Coco Chanel, Cher, Miuccia Prada, Madonna e Sofia Coppola entre elas) e à “showgirl que existe em cada uma delas”.

Entretanto, Marc afirma que o quê de retrospectiva do show foi uma mera (embora notável)  coincidência, uma vez que a decisão de que este seria seu último show para a grife aconteceu há apenas duas semanas. “Eu sei que as pessoas vão interpretar o desfile da maneira que quiser. Porém as escolhas que fiz foram baseados em algo completamente diferente. Quando desenhei a coleção, não tinha a intenção de que este seria o último desfile”, declarou.

Substituir Marc Jacobs foi difícil, mas, Bernard Arnault confirmou que Nicolas Ghesquière como o novo diretor-artístico da linha feminina da grife, consegui manter o poder da marca francesa.

De acordo com o comunicado oficial da Vuitton, Ghesquière é nomeado como “um dos maiores talentos da atualidade” e tem a missão de levar “uma visão criativa moderna às coleções femininas da casa, com base nos valores de refinamento, savoir faire e de extrema qualidade”.

O estilista francês tem a missão de apresentar sua primeira coleção para a Vuitton em março de 2014. “A Louis Vuitton sempre personificou o símbolo máximo de luxo, inovação e experimentação. Estou muito honrado com a missão que me foi confiada e orgulhoso de me juntar à história desta grande maison. Dividimos valores e visão”, contou ele, em entrevista ao “Women’s Wear Daily”.

O francês Nicolas Ghesquière o novo diretor criativo da linha feminina da Louis Vuitton
O francês Nicolas Ghesquière o novo diretor criativo da linha feminina da Louis Vuitton

Fotos: divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s