MINAS TREND DAY I: ENTRE ESTREIAS E VETERANOS MINAS ABRE A TEMPORADA DE INVERNO 2014

A semana me moda mineira abriu a temporada brasileira e, em seu primeiro dia coleções inspiradas no Art Noveau, Marrocos, esportes, sapatos e um urbano made in minas.

Looks de Fabiana Milazzo
Looks de Fabiana Milazzo

A estreante Fabiana Milazzo usou a Art Nouveau como inspiração para sua coleção. O período do começo do século 20, na Europa que privilegiava as curvas e os sinuosos desenhos da natureza. O tema casou perfeitamente com as roupas de festa. O melhor do desfile apareceu nos modelos mais esportivos, nos moletons sofisticados, muitos bordados e usados com calças e saias de renda dourada num contraste moderno e novo (a moda serve para isso criar novas ideias ou atualiza-lás). Outra sacada bacana foi o “robe” de rendas usado sobre vestidos, como um trench. Os vestidos de noite, variavam entre curtos ou longos – com tule transparente rebordado dos mais diversos brilhos, colocados de forma estratégica. A estilista mostrou ainda  ótimos conjuntos de jogging em seda estampada com um motivo Liberty usado com pequeno blusão também estampado e todo rebordado.

O feminino de Victor Dzenk
O feminino de Victor Dzenk

Estampas são sua grande marca; mas, nesta estação, Victor Dzenk abriu seu desfiles com um vestido branco. Calma, o estilista mineiro não abandonou o estilo maximalista, mas, fez algumas adaptações. Olhando para o Marrocos, mostrou em seguida uma seleção de cores apimentadas em combinações fortes, como terracota, amadeirados, vermelho e preto. Não faltaram estampas de mosaicos ou cashemeres de Marrakesh, para as ávidas clientes de suas peças mais esvoaçantes, mas foi bom ver outras ideias de modelagem, como os vestidos curtos de coquetel. Alguns looks, por conta do stylist remeteram ao candomblé, será uma evolução da coleção inspirada em Clara Nunes? Os looks masculinos me lembraram as coleções do paraense Lino Villaventura, ao mostrar um universo paralelo de homens-objeto que remetem a seu criador.

VD_masc

Com uma coleção pequena, compacta e com muita personalidade, a Plural mostrou um desfile bem editado e com traços esportivos. As malhas foram à matéria prima dessa estação. Neoprenes, moletons e meia malhas que formaram os looks de forma moderna e fácil de usar cheia de calças, vestidos e blusões. A mistura de tecidos e texturas foi um ponto forte com, destaque para as peças de malha costuradas com recortes de couro furadinho. O preto, branco, cinza, amarelo e azul noite formaram a cartela elegante para dar um tom moderna nos dias de inverno.

Plural
Plural

A Vicenza, marca de sapatos, estreou na passarela do Minas Trend com uma coleção que misturou o preto e branco, saltos esculturais e uma pitadinha dos anos 40, para construir uma série de sandálias com salto médio e grosso.

Vicenza_final

A E.Store mostrou uma coleção que aliou modernidade no jogo de texturas e na mistura de lisos e relevos, criando padrões gráficos. Os comprimentos médios ajudaram a sintonizar o público dessa moda que ficou mais para as mulheres, quase senhoras, do que com garotas. O bloco dos pretos com desenhos esportivos, no matelassê irregular e nas transparências… Uma boa tentativa para a construção de uma moda urbana Made in Minas.

Looks E-Store
Looks E.Store

Outra marca de calçados, a Paula Bahia mostrou uma série de scarpins ora preto, ora branco. Vazado nas laterais o sapato de salto médio ficou no meio do caminho entre uma jovem careta e uma senhora descolada.

PB_final

Imagens: Ze Takahashi/Fotosite/Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s