ARTIGO: VESTIDOS PARA A GUERRA

As roupas de "guerra" que alguns dos manifestantes usaram (imagens: reprodução Google)
As roupas de “guerra” que alguns dos manifestantes usaram (imagens: reprodução Google)

Foi o assunto mais comentado das últimas semanas e tomou proporções mundiais. Um traje com o ultraje que o Brasil sofre nas mãos dos corruptos engravatados. Acostumados a viverem de terno e com a garantia eterna da impunidade, se viram acuados, como se estivem de bermuda e chinelo pra uma festa que exigia traje esporte fino. E o esporte fino do nosso país, o futebol, acabou ficando em segundo plano. Durante as manifestações que ocorreram pelo país o que mais se via eram brasileiros vestindo a camisa, não de um time penta campeão, mas de um país insatisfeito com sua política. Mas, é claro que vestir o manto sagrado não iria proteger ninguém pelo simples fato de ser patriota.

Homem usa máscara de palhaço durante as manifestações (imagem: reprodução)
Homem usa máscara de palhaço durante as manifestações (imagem: reprodução)

Nossas timelines já não eram mais as mesma;s e nas redes sociais, tão importantes para o movimento, já circulavam dicas jurídicas, sobre possíveis acessos fechados e, pasmem, qual tipo de roupa usar. Devido ao exagero da polícia em alguns protestos, foi necessário o uso de alguns acessórios como bandanas molhadas em vinagre no rosto para evitar o contato direto com o gás lacrimogêneo, a clássica calça jeans permitindo a mobilidade para correr o quanto precisar em situações de risco, máscaras de cirurgia médica, porque era uma operação muito importante que estava acontecendo, óculos de natação e aquela famosa máscara contra gás que antes só víamos em filmes onde havia algum vazamento químico, o que dava um aspecto mais sério e revolucionário às vestimentas. O povo brasileiro conhecido no mundo por tratar as coisas com um jeito brasileiro só dele acabou surpreendendo o mundo dando um jeito na situação política no Brasil.

Jovens em protesto no Maracanã (imagem: reprodução)
Jovens em protesto no Maracanã (imagem: reprodução)

O importante é que o Gigante acordou e quis trocar o figurino de bobo da corte, para Rei; pois, é o povo que manda no país e veste a camisa  e mostra ao mundo que uma nação às vezes precisa de roupas novas, políticos novos.  De tudo isso, podemos tirar a seguinte lição: se for pra rua, vá bem vestido. Você pode estampar a capa do New York Times e não pode estar fora de moda ou mal vestido.

Com uma calça ou por uma causa, vista-se! (Por Carolina Araújo)

Posts Relacionados:

RIO DE JANEIRO – 20 DE JUNHO DE 2013: COM MUITO ORGULHO PELA TERCEIRA VEZ, MAS, ME SENTI… UM BOBO!

VEM PRA RUA: INSATISFAÇÃO UNE OS BRASILEIROS QUE VÃO PARA AS RUAS LUTAR POR SEUS DIREITOS

HERCHCOVITCH EM O CAVALEIRO DAS TREVAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s