INSTITUCIONAL: COMISSÃO DOS DIREITOS HUMANOS APROVA PROJETO QUE AUTORIZA A “CURA GAY”

marcofelicianocuragay

Ferindo as regras da constituição, a Comissão dos Direitos Humanos e Minorias, o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), aprovou nesta terça-feira (18 de junho) um projeto que permite aos psicólogos promover tratamento com o objetivo de curar a homossexualidade. A proposta, conhecida como “cura gay”, terá que passar ainda por outras duas comissões da Casa: Seguridade Social e Constituição e Justiça. Se aprovada em ambas, segue para o plenário da Câmara.

A votação foi simbólica: durante o debate, apenas os deputados Simplício Araújo (PPS-MA) e Arnaldo Jordy (PPS-PA) discursaram contrários ao texto. Araújo tentou adiar a votação com pedidos de leitura da ata da última sessão e retirada do projeto da ata –ambos foram rejeitados. A Ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, declarou que esse projeto representa um retrocesso, pois, fere os direitos humanos.

266335-970x600-1

Esse projeto prega o preconceito contra a diversidade, pois, prega a heteronormatividade, reconhecendo qualquer opção diferente dessa como uma doença que deve ser tratada. Segundo o Conselho Federal de Psicologia, esse tipo de imposição é perigosa, pois, é um retrocesso tanto científica quando social, sendo contra esse texto. E complemente dizendo que é impossível que no século XXI as pessoas não tenham o direito de escolha e liberdade. E aconselha aos psicólogos que não exerçam esse tipo de reversão.

Marco Feliciano fazendo o coraçãozinho para os manifestantes
Marco Feliciano fazendo o coraçãozinho para os manifestantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s