FASHION RIO DAY II: MISTURA DE ESTAMPAS É A GRANDE APOSTA DO SEGUNDO DIA NA SEMANA DE MODA CARIOCA

Inicio do desfile da Blue Man no Palácio São Clemente
Inicio do desfile da Blue Man no Palácio São Clemente (fotos: Charles Naseh, Site Chic)

O segundo dia de Fashion Rio começou num lugar lindo, em que muitos cariocas nem conhecem, o Palácio São Clemente. O local com características arquitetônicas de uma suntuosa residência lusitana do século XVIII. Ao contrário do que muitos pensam, se trata de uma construção recente. Foi erguida na década de 1960 com o apoio da comunidade portuguesa no país para servir de embaixada, e hoje serve de residência para o cônsul de Portugal e serviu como palco do desfile de Verão 2014 da Blue Man.

A moda praia pop e carioca da Blue Man
A moda praia pop e carioca da Blue Man

Uma coleção vibrante e jovem foi o que vimos pelas mãos de Sharon e Thomaz Azulay, que uniram duas referências familiares: o gosto por história e antiguidade do pai de Thomaz com a paixão pelo tropicalismo do pai de Sharon (David Azulay, fundador da marca).

Elementos portugueses como os azulejos e referências ao Império juntam-se a paisagens tropicais de flora e fauna em um mix maluco de estampas, mas que funciona bem para a Blue Man. “É o paraíso tropical que recebeu o império. Pegamos a estética da época e trabalhamos com ela de uma forma mais divertida”, conta Thomaz.

Looks masculinos da Blue Man
Looks masculinos da Blue Man

A marca oferece peças para um dia inteiro de sol, seja no surf, na areia, na piscina, num passeio ao fim da tarde, são diversas opções que vão muito além da lycra e do biquíni. “A nossa aposta é em um mix amplo mesmo. Não é só para uma mulher, mas para muitas mulheres”. Entre as peças mais legais, estão os bonés trabalhados pelo criativo Caio Vinicius, o biquíni jeans usado por Alícia e o maiô com estampas de azulejos. Mas essas são apenas algumas das muitas portas para o universo vibrante da Blue Man.

Nos 45 min do segundo tempo, conseguimos entrar e assistir ao desfile da Apoena (obrigado Pedro Duarte). Como dissemos em nosso preview a marca “coletiva”, do Instituto Proenza, organização sem fins lucrativos que tem sua sede em Brasília, fez uma homenagem aos 50 anos da Turma da Mônica.

Os loosk usados por Adriana Birolli e Duda Nagle no desfile da Apoena
Os looks usados por Adriana Birolli e Duda Nagle no desfile da Apoena

A atriz Adriana Birolli e o ator Duda Nagle foram as grandes estrelas da coleção que teve como chefe da turminha a estilista Kátia Ferreira. Composta por uma equipe de artesãs, parte delas capacitadas pela própria Apoena, as peças da coleção foram confeccionadas manualmente. As estampas da coleção, desenvolvidas pelas equipe de Maurício de Sousa, foram adaptadas a modelagens sequinhas, bem usáveis, em vestidos, blusinhas e saias e, no masculino, em calças de alfaiataria, blazers e bermudas. Já a cartela de cores foi dominada por tons primários, como branco, preto, amarelo, azul e vermelho, em outra clara referência aos quadrinhos.

apoena

Dentre os acessórios, assinados pela marca Jorge Alex, os sapatos masculinos bicolores, usados com meias coloridas, estão entre os destaques da apresentação, que teve Walter Rodrigues como consultor.

O masculino trouxe uma alfaiataria divertida, com toques esportivos, e difícil de usar na rua por conta de sua profusão de estampas, a não ser pelos homens mais ousados. E apesar da ideia aparentemente simples, a Apoena injetou MUITO frescor no segundo dia de Fashion Rio.

apoena1

SMS: A cara de muitos colegas da imprensa de tédio era bizarra. Não entendemos o que eles fazem ali! Estão justificando a passagem e a hospedagem que ganham da produção do evento para vir à semana de moda? O que eles esperam ver? O novo Alexandre Herchcovitch? E os comentários no fim: “Bizarro esses bordadinhos”. “ONG tem que fazer feirinha”! NÃO consigo engolir esse preconceito. Como diz  sabiamente Cristina Franco, “A  indústria criativa é a nossa grande arma para brigar no mundo de gigantes”. Adoramos a iniciativa da organização do evento em trazer a Apoena. A moda nacional só crescerá assim, valorizando o que é nosso!

A Maria Filó fez sua estreia na passarela do Fashion Rio, o que dá a uma responsabilidade maior no sentido da criação de moda. Espera-se uma marca mais estruturada no comercial e em valor de marca para o público. A estilista Roberta Ribeiro mostrou uma evolução grande na modelagem de suas peças. Uma série de dobraduras que deram movimento às saias micro, aos shortinhos e aos vestidos tubo que vimos na passarela, assim como um esforçado trabalho sobre os tecidos da coleção: listras em preto e branco bordadas de prata, estampas de seda recobertas de flores em relevo, tiras de tecido formando elaborados tressês.

Looks da Maria Filó, que fez sua estreia na passarela do Fashion Rio
Looks da Maria Filó, que fez sua estreia na passarela do Fashion Rio

A mineira Coven, especialista em tricôs, levou como inspirações, segundo a Liliane Rebehy “Desejo de leveza, de olhar com delicadeza e simplicidade para o mundo e para a moda”; “a mágica e a beleza dos detalhes do mundo dos insetos”. Esses desejos se traduziram em materiais como tricô, seda, veladuras em fio de celofane.

O sempre impecável tricô da Coven
O sempre impecável tricô da Coven

Explorar texturas e formas sem perder a delicadeza feminina. Os vestidos longos com transparências remetem às asas dos insetos e estão entre os melhores looks. Já as peças do início da apresentação nas cores nude e cinza azulado, também revelam como a marca consegue trabalhar o tricô de maneira fresca e usável.

Valdemar Iódice é um grande cavalheiro, e não poderia ser diferente na hora de pensar e executar suas coleções. A mulher da Iódice tem tudo na medida certa – elegância, frescor e ousadia, ainda mais nesta temporada quando a marcou desfilou “O encontro das personagens Lolita, de Vladimir Nabokov, e Susan, do filme Procura-se Susan Desesperadamente”.

A coleção jovem e fresca da Iódice
A coleção jovem e fresca da Iódice

Olhando para duas personagens que exalam juventude, cada uma à sua maneira, a Iódice conseguiu rejuvenescer a sua própria imagem, que também está mais limpa. O foco está nos vestidos que aparecem ora sensuais, ora ingênuos.

O justo sexy se contrapõe aos fluídos em tons suaves. A silhueta está mais limpa, sem complicações e muito leve, não apenas nos vestidos, mas nas calças, shorts e jaquetas. Há peças para mais tipos de mulher do que a marca costumava mostrar em desfiles passados. Lolitas e Susans, com todas as suas diferenças, podem agora comprar em um mesmo lugar.

Os looks da Espaço Fashion
Os looks da Espaço Fashion

Encerrando o dia, a Espaço Fashion apresentou uma coleção de Verão 2014, que teve como ponto de partida as cidades, seus contrastes e sua energia. “A gente começa a perceber que os limites geográficos se estenderam, se relocaram”, explicou a diretora de estilo Camila Bastos no backstage da marca, apresentando elementos urbanos que foram transpostos para a coleção: o sportswear, com suas formas mini e máxi e o uso de cordas que lembram cadarços de tênis esportivos; a street art; e a estética caótica das favelas, transformada em estamparia geométrica-abstrata. Firme na sequência de bons desfiles da grife, esta apresentação da Espaço Fashion foi redonda em todos os seus elementos, das roupas ao styling, à trilha energética e aos acessórios bem pensados. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s